TO.jpg

TERAPIA OCUPACIONAL

 

 

 

A Terapia Ocupacional é a ciência que estuda a atividade humana e a utiliza como recurso terapêutico para prevenir, tratar e reabilitar pessoas de todas as idades, que apresentem condições, sejam elas sensório-motoras, cognitivas e/ou psicossociais, que interfiram no seu desenvolvimento, na autonomia e independência em relação às atividades de vida diária (como por exemplo: higiene pessoal, alimentação, vestuário), atividades de trabalho/ atividades escolares e de lazer, essas condições podem estar presentes desde o nascimento ou serem adquiridas no decorrer da vida.


O objetivo da Terapia Ocupacional é promover atividades que visem a harmonização do desempenho ocupacional. O desempenho ocupacional refere-se à capacidade de realizar tarefas ocupacionais de maneira satisfatória e apropriada para o estágio de desenvolvimento, cultura e ambiente em que o indivíduo está inserido. Objetiva assim ampliar o campo de ação, o desempenho, a autonomia, independência e participação, estimulando e favorecendo a realização das atividades de vida diárias que deixaram ou estão incapacitadas de executar plenamente.


Com objetivo de garantir maior independência e autonomia na realização das atividades de vida diária, o terapeuta ocupacional também pode realizar adaptação de materiais, mobiliários, ambiente ou da atividade em si, assim como a confecção e prescrição de órteses e próteses. A terapia ocupacional trabalha aumentando a capacidade do sujeito de se engajar nas ocupações que eles querem, precisam ou são esperados para fazer, ou modificando a ocupação ou o ambiente para melhor apoiar o seu envolvimento ocupacional. Resumindo o objetivo do terapeuta ocupacional é permitir que as pessoas participem das atividades do dia a dia.

 

Texto escrito pela terapeuta ocupacional

Thaianny Dantas da nossa equipe

Fonte: Organização Mundial de Saúde (OMS) 
World Federation of Occupational Therapists (WFOT, 2012).

Federação Mundial dos Terapeutas Ocupacionais.